terça-feira, 5 de agosto de 2008

Quanto falta

Quantas vezes você precisa olhar
para de fato ver?
Quantas tomadas você ainda vai botar
seu dedo para aprender
de novo e de novo e de novo a mesma velha lição?

Quantos banhos você carece tomar
para deixar a culpa escorrer
pelo ralo?

Quantas memórias são necessárias
para não se esquecer?
E para não lembrar,
quantos copos beber?
E para superar,
quantos mais amores viver?

Quantos anos hão de passar,
para você se convencer
que há muito tempo já não há espaço
para o seu bem-dito querer?
E que de tanto bem só faz mal,
então diz-me:
Quanto falta?


Desculpe-me,
mas já nem sinto falta.



Ludmila Pinto


2 comentários:

Carlos Filho disse...

No dia que tu tiver qualquer resposta para esses perguntas vem correndo me dizer. Fechado?

Lydia Falcão disse...

tirou as palavras da minha boca.. sabe, aquelas que eu só sinto, mas ainda não juntei?
brigada! kkkk x)